Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Bolsonaro joga pesado com base. Ou apóia ou desce

Pretta Abreu

O general Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Secretaria de Governo, montou a estratégia e o presidente Jair Bolsonao acatou: a caneta presidencial só será usada em benefício de parlamentares que demonstrem irrestrita fidelidade ao Palácio do Planalto. Isso vale inclusive para a liberação de verbas de emendas. A distribuição de cargos federais na Esplanada dos Ministérios e nos estados também entra nessa caixa de bondades.  A ‘taxa de fidelidade’ está sendo monitorada por meio das redes sociais de deputados e senadores.  Há ainda uma lupa para ver mais de perto pronunciamentos da tribuna e apartes. Nos próximos dias o Planalto vai liberar 2 bilhões de reais em emendas. Mas para ser contemplado, o congressista deve jogar no time bolsonarista. Em outras palavras: quem não estiver com o governo, deve pular do barco e ficar a ver navios, informa o jornal O Estado de São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente