Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Calma, capitão. O petróleo é nosso

Bolsonaro perde briga da gasolina e venderá Petrobras

Publicado

Foto/Imagem:
Dora Andrade, com Fernando Figueiredo e Luis Dutra - Foto de Marcello Casal Jr

Mais uma jogada político-eleitoreira do Palácio do Planalto transmitida na noite desta quarta-feira, 11, pelo novo ministro das Minas e Energia Adolfo Sashida: a venda da Petrobras. A decisão, que segundo Jair Bolsonaro servirá para reduzir os preço os combustíveis, já está tomada, mas busca-se uma fórmula para viabilizar a privatização.

O preço do diesel e da gasolina, em particular, são a pedra no sapato no projeto de reeleição do presidente. Economistas não entenderam essa lógica. Avaliam, por exemplo, que ninguém compra algo a 8 reais (preço médio da gasolina hoje) para revender por valores inferiores.

Além da Petrobras, o ministro também revelou a intenção de se desfazer da Pré-Sal Petróleo S.A. Getúlio Vargas, dono do slogan O Petróleo é Nosso, deve estar se revirando no túmulo. E vai surgir como um fantasma pairando sobre o Congresso Nacional, para tentar evitar que o Brasil seja vendido a preço de banana em fim de feira.

Publicidade
Publicidade