Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Bolsonaro reage ao cerco a filho. ‘Venham pra cima de mim’

Marta Nobre

O presidente Jair Bolsonaro atacou nesta quinta, 16, o cerco ao filho dele, senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) alvo de uma devassa nas contas bancárias e e do patrimônio, a cargo do Ministério Público. O que querem, disse o presidente ‘é me atingir; então venham para cima de mim’ afirmou, em tom enérgico.

A quebra quebra dos sigilos bancário e fiscal do senador foi autorizada pela Justiça. O MP do Rio aponta indícios de que Flávio Bolsonaro comprou e vendeu imóveis para lavar dinheiro. Procuradores também suspeitam  que houve um esquema criminoso organizado no gabinete de Flávio Bolsonaro quando ele era deputado estadual.

“Querem me atingir”, afirmou o presidente em Dallas, Estados Unidos, onde se encontra. Bolsonaro tem regresso ao Brasil marcado para esta noite. Ele deve desembarcar em Brasília na sexta, 17. O presidente, que colocou à disposição a quebra dos seus próprios sigilos, considera a decisão do MP uma “ilegalidade”.

“Querem me atingir? Venham para cima de mim! Querem quebrar meu sigilo, eu sei que tem que ter um fato, mas eu abro o meu sigilo. Não vão me pegar. Mas grandes setores da mídia, ao qual vocês integram, não estão satisfeitos com o meu governo que é um governo de austeridade, é um governo de responsabilidade com o dinheiro público, é um governo que não vai mentir e não vai aceitar negociações, não vai aceitar conchavos para atender interesse de quem quer que seja. E ponto final.”

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente