Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veja o vídeo

Bombeiro acusado de sacar arma no trânsito contra petista

Publicado

Foto/Imagem:
Pretta Abreu - Foto Reprodução

“Esse rapaz apontou uma arma pra mim assim que parei no sinal de trânsito. O motivo? Meu carro tem adesivos do Presidente Lula. Não vão nos intimidar.”

Essa frase foi postada em vários grupos de juristas no Twitter neste domingo, 27, com o respectivo vídeo e foto do carro. Refere-se a fato ocorrido em plena capital da República. A tuitada é de um dos membros dos grupos.

No vídeo (veja abaixo) um suposto sargento do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal teria apontado uma arma (revólver) para a vítima. O revólver, porém, não aparece nas imagens gravadas, com os dois carros em movimento.

As primeiras investigações indicavam que supostamente se trata do Primeiro Sargento do CBMDF Rodrigo Luiz Pieruccetti, lotado na Casa Civil do Palácio do Buriti (sede do Governo do Distrito Federal). Sua remuneração total bruta é superior a 16 mil reais (como militar, R$ 12.503,06; como servidor cedido ao governo, gratificação de R$3.586,78).

Logo após as primeiras publicações, foi postada uma mensagem com mais detalhes. Essa nova verificação aponta que o suposto sargento no momento está cedido para a Casa Civil do Distrito Federal, onde consta a função: SEGURANÇA DE PESSOAL, ST/SGT/CB/SD PM/BM.

“Obviamente bolsonarista. E torce pro Atlético Mineiro. Creio que não deve ter ficado contente com a torcida do galo desobstruindo as rodovias”, comentou-se em uma tuitada. Também apurou-se que Pieruccetti é sócio de uma empresa que presta serviços ao governo. Nos últimos anos, o grupo faturou 1 milhão 300 mil reais contra o GDF.

Veja o vídeo da discussão, com os carros em movimento em uma das vias de Brasília:

Publicidade
Publicidade