Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Brasil corre contra Covid; são 210 mil mortes

Bartô Granja, Edição

O Brasil amanheceu a segunda-feira, 18, com aviões da FAB e de empresas comerciais transportando a partir de São Paulo cerca de 4 milhões de doses da vacina Coronavac para todos os Estados e o Distrito Federal, para o início da campanha de vaicnação contra a Covid. A operação deve ser estender por mais 24 horas.

Enquanto essa ação corria, no final do dia saiu mais um boletim epidemiológico do Conselho Nacional de Secretários de Saúde: de domingo para segunda foram registradas mais 452 mortes provocadas pelo novo coronavírus. O total agora é de 210.299. Também surgiram mais 23.671 contágios, elevando o número a 8.511.770.

É uma operação de guerra que se trava contra a doença. De acordo com o Ministério da Saúde, serão distribuídos aos estados 6 milhões de doses da CoronaVac (incluindo a cota paulista). Os aviões partem de Guarulhos (SP) em direção às capitais para entregar a vacina. Também há previsão de distribuição por via terrestre.

Em São Paulo, os hospitais das Clínicas de Campinas, Botucatu, Ribeirão Preto e Marília e o Hospital de Base de São José do Rio Preto começaram a receber o imunizante produzido pelo Butantan. Serão vacinados cerca de 60 mil profissionais que atuam nos cinco hospitais-escola selecionados.

No Rio, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, estimou que a aplicação das primeiras doses pode ser concluída até o dia 23, se começar na terça, 19. Soranz afirmou que o Rio de Janeiro tem uma das melhores redes de vacinação do país e já aplicou 230 mil doses em um único dia, em uma campanha conta a febre amarela.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente