Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Brasil e Equador avançam com venda de boi vivo

Bartô Granja, Edição

O Ministério da Agricultura recebeu comunicado das autoridades do Equador informando da aceitação do Certificado Zoosanitário Internacional proposto pelo Brasil para a exportação de bovinos vivos. As negociações para a abertura do mercado equatoriano começaram em 2014.

No ano de 2018, o Brasil exportou US$ 535 milhões em bois vivos, para todos os continentes. Outros US$ 6,5 bilhões de dólares foram exportados em carne bovina.

Segundo nota conjunta dos ministérios das Relações Exteriores e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a exportação de animais vivos é uma alternativa para os produtores rurais de todo o país. “O avanço do Brasil no mercado de bovinos vivos é um testemunho do alto padrão genético e da qualidade dos animais brasileiros e um reconhecimento da confiança internacional na defesa agropecuária brasileira”, diz a nota.

A Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, fez viagens para a China e Japão neste ano e uma das pautas dos encontros internacionais era a ampliação da exportação brasileira de bovinos vivos.

Hoje a ministra e uma comitiva de empresários embarcaram para o Oriente Médio, onde vão visitar quatro países para tentar abrir os mercados para outros produtos brasileiros. A comitiva retorna para o Brasil no dia 23.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente