Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Brasil eleva o tom com Maduro e vê morte da esquerda mundial

Foto: Valter Campanato/ABr
Antônio Albuquerque

O chanceler Ernesto Araújo elevou o tom contra o governo de Nicolás Maduro, na Venezuela. Por meio de uma série de tuítes, a página do chefe da diplomacia brasileira disse que a esquerda mundial tem como prioridade no momento a manutenção do ditador no controle do governo venezuelano, mas que “a esquerda é que terá de engolir” o fim do regime.

“A esquerda mundial quer manter Maduro no poder e esfregá-lo na cara das democracias, dizendo: ‘vejam, vocês são incapazes, nós somos mais fortes, nós vamos manter aqui este regime genocida narcotraficante e vocês vão ter que engolir’. Mas a democracia tem a força moral e com ela triunfará. Seu veículo é o governo legítimo de Juan Guaidó. A consciência e patriotismo dos militares venezuelanos os conduzirá para o lado certo”, disse Ernesto..

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente