Curta nossa página


Buriti decide investir pesado no Pacto pela Vida para conter crimes

Publicado

Autor/Imagem:


O governador Rodrigo Rollemberg investe pesado na instituição do programa Pacto pela Vida, que integrará as forças de segurança do Distrito Federal e os órgãos governamentais em defesa do cidadão. Esta semana, o chefe do Executivo discutiu o programa com os novos chefes da Polícia Civil, Eric Seba de Castro, e da Polícia Militar, coronel Florisvaldo Ferreira César.

Nesta sexta-feira (9), Rollemberg foi recebido, acompanhado de secretários de Estado, pelo comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Hamilton Santos Esteves Junior, no Quartel do Comando-Geral do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, próximo ao Palácio do Buriti. O comandante-geral — que ocupa o cargo desde agosto passado — apresentou os equipamentos da corporação e entregou ao governador o Plano de Comando Estratégico, que traça as ações que serão executadas até 2018. O chefe da Casa Militar, o tenente-coronel da PM Cláudio Ribas, também acompanhou a visita.

Como fez nas outras corporações, o secretário de Segurança e Paz Social, Arthur Trindade, explicou ao primeiro escalão do Corpo de Bombeiros as diretrizes do programa Pacto pela Vida, que terá como base a prevenção, a inteligência e o combate ao crime. “Nossa meta é colocar essa metodologia em andamento no primeiro semestre deste ano. Nestes primeiros 120 dias de governo, vamos reestruturar as unidades para adequá-las à execução do programa”, disse o secretário.

O comandante-geral ressaltou que, além de colaborar com o Pacto pela Vida, pretende dar prosseguimento ao que já vinha fazendo. “Vamos continuar exercendo nossas funções com eficiência e manter nossos programas sociais de Aleitamento Materno, Bombeiro Mirim, Bombeiro Amigo e  Cão Guia, que tanto nos motivam”, afirmou.

O governador aproveitou a oportunidade para homenagear o sargento aposentado do Corpo de Bombeiros Francisco de Sousa Barros, de 56 anos, morto com três tiros em assalto a uma agência dos Correios em Taguatinga, em 6 de janeiro. “Esse homem mostrou a coragem que tanto motiva essa corporação, pois tentou salvar as pessoas que estavam em perigo, princípio básico dos bombeiros.”

Kelly Crosara, Agência Brasília

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.