Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Burocracia do TSE atrasa e frustra vinda do Aliança

Pretta Abreu

Está cada vez mais difícil o Aliança pelo Brasil ser viabilizado a tempo de disputar as eleições municipais deste ano. A advogada da legenda articulada por Jair Bolsonaro culpa o excesso de burocracia e leis que não deveriam existir. Nas redes sociais, Karina Kufa deu uma alfinetada no TSE que rejeita fichas de apoiadores, diz, por causa de uma lei de 2015 que proíbe que uma pessoa já filiada a outra sigla conte como apoio à criação do novo partido. “Muitas fichas estão sendo rejeitadas porque o apoiador está filiado. Duas situações: a) não se desfiliou corretamente ou a desfiliação não foi processada a tempo; b) assinou a ficha quando não tinha filiação e no momento do lançamento pelo operador a pessoa fez nova filiação”, comentou ela nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente