Curta nossa página


Campanha do Agasalho socorre carentes de asilo e morador de rua

Publicado

Autor/Imagem:


Mais uma vez é hora da solidariedade. Todo ano é assim. A chuva vai embora, o céu fica mais azul e a temperatura cai. Apostando no ato de amor que é a doação de calor a quem necessita, e dentro do espírito de união das novas diretorias, os Sindicatos SINDESP/DF (Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Sistemas de Segurança Eletrônica, Cursos de Formação e Transporte de Valores do Distrito federal) e SEAC/DF (Sindicato das Empresas de Asseio, Conservação, Trabalho Temporário e Serviços Terceirizáveis do Distrito Federal) começaram a entregar as doações recolhidas na Campanha do Agasalho, realizada em maio junto a seus associados e sociedade.

A entrega está sendo feita em entidades assistenciais beneficentes e para moradores de rua. São cobertores e roupas de agasalho. Duas entidades de Taguatinga já receberam o material. As doações foram para idosas do Lar dos Velhinhos da Associação S. Vicente de Paulo BH e para a Sociedade Espírita Auta De Souza, que atende grávidas em situação de vulnerabilidade social, crianças, adultos, velhinhos e as famílias.

A distribuição vai ser mantida enquanto houver material a ser entregue à quem necessita, diminuindo assim os efeitos do frio a uma população realmente necessitada.

O LAR DAS IDOSAS – A Associação S. Vicente de Paulo BH é administrada por freiras da igreja católica, e é ligada a Sedest – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda.  As senhoras idosas chegam ao Lar encaminhadas pelos Centros de Referência Especializados de Assistência Social ou pela própria sociedade. Entidade particular, o Lar dos Velhinhos é mantido com auxílio financeiro da SEDEST, de doações e do resultado de eventos realizados no salão que é alugado para festas. Nesse lar vivem 35 idosas provenientes de famílias carentes ou que não tenham condições de cuidar delas em casa.

A administração da casa é feita por freiras católicas e o atendimento através de trabalho voluntário. Pessoas que dedicam um ou dois dias de sua semana para levar atenção, carinho e botar a mão na massa no contato direto com as idosas. O trabalho é muitas vezes feito por profissionais como recreacionistas, assistentes sociais, enfermeiros e, importante, por pessoas da comunidade.

Tudo que é feito na Assoc. S. Vicente de Paulo BH é com sacrifício. Até para sair para um passeio a situação é complicada. Como a maioria das idosas dependem de cadeira de rodas, andadores e tem dificuldades de deslocamento, até para andar de ônibus é difícil. A Assistente social, Aparecida Pereira, diz que “Fica impossível querer sair com um grupo.

Não há espaço para as cadeiras de rodas dentro dos coletivos do transporte público e os que tem acesso especial para cadeirantes tem lugar apenas para um”. Quando os idosos vão passear, a entidade precisa de ônibus emprestado mas nem sempre consegue.

Como a sobrevivência é feita através de doações a casa está sempre precisando de ajuda da sociedade. De acordo com a irmã Orminda, que auxilia na administração do lar, são bem vindas doações de fraldas geriátricas, roupas de cama (lençóis, fronhas, cobertores, edredons), colchões, produtos de limpeza, alimentos – além dos básicos como arroz, feijão, açúcar e óleo – elas precisam de farinha láctea, aveia, amido de milho, farinha de trigo e leite. Quem tiver disponibilidade pode também doar material para curativos como gase, esparadrapo, pomadas, mertiolate e outros.

SOCIEDADE AUTA DE SOUZA – É na sede da Sociedade Espírita Auta De Souza que ficam abrigadas no Lar Maria de Nazaré, meninas e mulheres em vulnerabilidade social.  A casa recebe grávidas que perderam a relação com as famílias, jovens expulsas de casa quando a família descobre a gravidez, e que não tem onde morar. Muitas são mulheres grávidas agredidas pelos companheiros, vítimas de violência e estupro. Elas chegam à entidade enviadas por Conselhos Tutelares e Centros de Atendimento oficiais. No Lar recebem assistência médica, odontológica e psicológica e moram sem arcar com despesas até os bebês nascerem ou até terem um outro local para viver. Quando possível, o próprio Lar tenta reintegrar essas mulheres à suas famílias.

Mas o atendimento à comunidade não para aí. A Sociedade trabalha ensinando e divulgando a filosofia espirita kardecista. Faz a evangelização de crianças, jovens e adultos em sedes localizadas em 17 cidades do Distrito Federal e nessas comunidades assiste também idosos, famílias em vulnerabilidade social, distribui sopa e alimentos a quem participa, como conta Dora de Oliveira, responsável pelo atendimento aos idosos e coordenadora dos postos de assistência em todo o DF.

Esse atendimento não recebe nenhuma ajuda oficial. Tudo é mantido com o trabalho e a dedicação de voluntários. Um exemplo é a alimentação nos finais de semana quando acontecem as reuniões nas comunidades. Para fazer o café da manhã e a sopa servida aos participantes os voluntários recolhem doações de particulares, empresas e sobras de alimentos na CEASA. Bazares, vendas beneficentes e campanhas nas ruas também garantem uma renda extra para cobrir as necessidades.

Durante a semana são realizadas palestras na sede da entidade e nos finais de semana em cada grupo localizado nas regiões administrativas do DF e cidades do entorno. Onde não há sede própria da Sociedade, os encontros são realizados em escolas, clubes ou espaços cedidos para as reuniões. Além da evangelização de jovens, adultos, são realizadas oficinas de artesanato, com aprendizado de técnicas que possam garantir uma fonte de renda às famílias.

A Editora Auta de Souza  é a uma importante fonte de renda para manter o trabalho beneficente. Dentro da própria casa são editados e vendidos livros de estudos sobre espiritismo, livros didáticos – português, matemática, geografia, entre outros – que são distribuídos para as escolas espíritas e livros feitos especialmente para quem tem uma escolaridade menor. Os interessados em estudar o tema podem ainda ter acesso às obras numa biblioteca que funciona no local.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.