Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


JK Shopping

Casa da Mulher combate violência de gênero

Publicado

Foto/Imagem:
Malu Oliveira, Edição/Via Empório Comunicação - Foto Divulgação/Telmo Ximenes

O Espaço Casa da Mulher Brasileira (CMB) estará aberto ao público até o dia 31 de março. Iniciativa da Secretaria da Mulher do DF e do JK Shopping, a unidade reforça o combate à violência de gênero e apresenta os serviços de atendimento e acolhimento oferecidos no DF. A novidade atraiu visitantes durante este mês. Todos conheceram uma loja interativa e que simula o funcionamento da CMB, que fica em Ceilândia.

A secretária Ericka Filippelli esclareceu que o espaço também tem atividades voltadas para a autonomia econômica feminina, com políticas estratégicas para ajudar mulheres em situação de vulnerabilidade. O Espaço Casa da Mulher Brasileira integra a campanha “Março Mais Mulher – 2022”, que é composta por uma agenda de diferentes órgãos e secretarias do GDF com ações preparadas para o mês da mulher.

Para Paulo Octávio, proprietário do JK Shopping, a iniciativa fortalece também o centro de compras, que é comandado por uma equipe predominantemente feminina. Já a Secretária Nacional de Política para as Mulheres, Cristiane Britto, revelou que a Casa da Mulher Brasileira é um equipamento que poderá tirar a mulher do ciclo da violência. Ela também propôs uma parceria para disseminar cartazes e QR Codes nos shoppings para acesso ao 180, a Central de Atendimento à Mulher. “Esse acesso à informação pode fazer a diferença na vida ou morte de uma mulher”, avaliou. A proposta foi imediatamente aceita por Paulo Octávio.

Parcerias
Ericka Filippelli lembrou que a CMB é resultado da parceria entre a Secretaria Nacional de Política para Mulheres; o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT); o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT); a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) e a Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF). Os visitantes conhecem o fluxo de atendimento do equipamento e os serviços disponíveis na Casa da Mulher Brasileira, além de se informar sobre como e onde procurar ajuda em casos de situação de violência.

No espaço estão servidores preparados para oferecer orientações sobre o atendimento realizado nos equipamentos da secretaria, os canais e os programas de denúncia contra violência doméstica e familiar, como o Código Sinal Vermelho e o aplicativo “Proteja-se”. Também são realizados atendimentos e encaminhamentos para os serviços especializados em violência contra a mulher, entre eles: acolhimento, triagem e apoio psicossocial. A parceria entre a Secretaria da Mulher e o JK Shopping realizará, ainda, o último debate da campanha Viva Mulher. Nesta semana, o talk show tem como tema, no dia 30, “Saúde da mulher”, com palestra e debate começando a partir das 19h, no Piso L1, em frente à loja C&A.

Publicidade
Publicidade