Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Casa é um caso, emprego é outro. E tudo promessa

Ibaneis em campanha em 2018. Foto/Divulgação
Antônio Albuquerque

O Ministério Público Eleitoral considera que o governador Ibaneis Rocha (MDB) não deu indícios de abuso de poder econômico na campanha eleitoral do ano passado, ao prometer a reconstrução (que ficou só na promessa) com dinheiro do próprio bolso, de casas derrubadas pelo governo em Vicente Pires.

José Jairo Gomes, procurador regional eleitoral, entende que a conduta de Ibaneis, naquele caso específico, não caracteriza captação ilícita de votos, “especialmente porque a manifestação não visava atingir cidadão específico nem grupo determinado de pessoas”.

Não é o caso, porém, de um novo vídeo, em que Ibaneis trata diretamente com uma categoria profissional: os concursados do Metrô serão nomeados. Mas com uma ressalva: precisariam votar no então candidato do 15. Foi o que ele prometeu. E que mais uma vez não cumpriu.

Essa é mais uma questão a ser analisada pela Justiça Eleitoral. Advogados de chapas derrotadas nas eleições acreditam que o pano para manga não vai dar para cobrir a sujeira da coligação MDB, PP e outras legendas no pleito de 2018.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente