Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Indonésia

Casais açoitados por se beijarem em via pública

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição

Três casais moradores na província de Aceh, na Indonésia, foram açoitados publicamente nesta quinta-feira, 19, por demonstrarem afeto em público, um ato estritamente proibido na região conservadora. Um simples beijo na rua – como o ocorrido – é motivo para puniçõs severas.

Sob a Sharia, lei religiosa muçulmana, o consumo de álcool, adultério, homossexualidade, jogos de azar e qualquer demonstração de afeto fora do casamento são proibidos.

Aceh é a única província indonésia a aplicar oficialmente esse código, mesmo que outros distritos da Indonésia também estejam implementando leis influenciadas pela Sharia.

Um oficial mascarado açoitou cada um dos três homens e três mulheres entre 20 e 22 vezes usando uma bengala. Todas as seis pessoas já haviam passado em outras ocasiões vários meses na prisão por demonstrarem afeto em público. A punição ocorreu na capital da província, Banda Aceh, em frente a uma mesquita, onde os espectadores podiam assistir ao flagelo.

“Estou nervoso porque é a primeira vez que vejo algo assim”, disse o visitante malaio Muhammad Rushdy. “Mas pode servir como uma lição importante para nós de outros países cumprirmos os regulamentos locais”, acrescentou.

Segundo o prefeito de Banda Aceh, Aminullah Usman, a flagelação pode ajudar a impedir que outras pessoas violem a lei. “Mas continuamos dizendo aos visitantes para não terem medo de visitar Banda Aceh … porque você não será açoitado se não infringir a lei”, disse.

A Human Rights Watch (HRW) exigiu repetidamente que o governo indonésio erradique a Sharia em Aceh. Segundo a HRW, cerca de 340 pessoas em 2016 receberam várias chicotadas da cana por violações da Sharia.

Publicidade
Publicidade