Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Ceará passa pelo Fortaleza no clássico do Castelão

Mário Camargo

O Ceará derrotou o rival Fortaleza por 2 a 1, neste sábado, no Castelão. O resultado deixa o Vozão momentaneamente na nona colocação da tabela, enquanto o Tricolor permanece em 14º. Esta foi a primeira derrota de Rogério Ceni no clássico nos cinco confrontos realizados este ano.

O Fortaleza teve um momento de apagão entre os 10 e 16 minutos e viu o Ceará marcando seus dois gols praticamente em seguida. O primeiro saiu no chute de Thiago Galhardo e o segundo na cabeçada de Felippe Cardoso. No fim do primeiro tempo, o Fortaleza diminuiu com Juninho, num controverso pênalti marcado com auxílio do VAR.

O Ceará mostrou ao que veio desde os primeiros momentos do jogo. Com apenas um minuto de jogo, Felippe Cardoso mandou de cabeça para a trave. Valdo chegou a pegar o rebote, mas Felipe Alves fez grande defesa. O Vozão chegou ao seu primeiro gol aos 14, com Thiago Galhardo. Ele recebeu a bola cruzada por Leandro Carvalho e tocou para as redes. Dois minutos depois, Galhardo tentou novamente, mas Felipe Alves conseguiu evitar.

O Vozão continuou apertando e, na cobrança de escanteio, conseguiu ampliar a vantagem, com Felippe Cardoso, de cabeça. O Fortaleza conseguiu diminuir a vantagem do rival já nos acréscimos do primeiro tempo, com Juninho marcando de pênalti. O lance foi confirmado após revisão do VAR, mas ainda assim gerou indignação entre os jogadores do Ceará. No início da jogada, houve um toque de mão do próprio Juninho.

Os jogadores também questionaram se se realmente foi falta de Luiz Otávio em André Luís. No segundo tempo, o clima continuou quente e o jogo foi mais faltoso que jogado. O Fortaleza continuou com mais posse de bola, mas sua melhor oportunidade surgiu apenas aos 41 minutos, em cabeçada de Wellington Paulista.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente