Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


IBGE

Censo precisa ser respondido por metade da população

Publicado

Foto/Imagem:
Tâmara Freire/Via ABr - Foto Divulgação

Depois de mais de dois meses de operações, quase metade dos brasileiros estimados ainda precisa ser contabilizada pelo Censo. Por isso, técnicos, diretores e coordenadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) montaram pontos de divulgação do trabalho. O principal objetivo é vencer as resistências de algumas pessoas que têm se recusado a atender os recenseadores.

As dificuldades têm sido maiores nas regiões Sul e Centro-Oeste do país. O gerente técnico do Censo, Luciano Duarte, reforça as medidas de segurança e confidenciabilidade da pesquisa

A resistência em alguns setores, especialmente de classe de rendimento mais alta, obrigou até a prorrogação dos trabalhos, que agora devem terminar em dezembro.

Além de revelar o tamanho da nossa população e suas características básicas, o Censo é essencial para a formulação de políticas públicas. Por isso, Luciano Duarte reforça como a participação de todos é indispensável.

Responder o Censo também não é demorado. No levantamento de 2022, há dois tipos de questionário: o básico, com 26 quesitos, que leva em torno de cinco minutos. Já o questionário ampliado, tem 77 perguntas, deve ser respondido por cerca de 11% dos domicílios escolhidos aleatoriamente, em cerca de 16 minutos. Apenas um morador responde por todos do seu domicílio. Este ano, também é possível responder o Censo pelo telefone, ou pela internet, mas apenas de forma agendada, após contato presencial com o recenseador.

Publicidade
Publicidade