Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Centrais sindicais querem parar o País contra reformas

Antônio Albuquerque

A CUT, braço-direito do PT no meio sindical, está preparando com outras centrais sindicais a primeira greve geral contra o governo de Jair Bolsonaro.

O movimento deve ser deflagrado em fevereiro, paralelamente à discussão, pelo Congresso Nacional, da nova etapa da reforma da Previdência Social.

Miguel Torres, presidente da Força Sindical, apoia a ideia. “Querem manter privilégios e prejudicar os mais pobres. Não tem condições de o trabalhador pagar o pato de novo”, diz.

No Palácio do Planalto as informações são de que o Gabinete de Segurança Institucional está monitorando dos os movimentos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente