Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Escreveu não leu...

Cerco a jornalistas que falam muito e pagam pouco

Publicado

Foto/Imagem:
Pontes de Miranda Neto II

Falar o que não deve e deixar de pagar o que deve está colocando jornalistas famosos no banco dos réus. Depois de Galvão Bueno ter bens penhorados para quitar um empréstimo de 1 milhão 600 mil reais, foi a vez de José Luiz Datena ser condenado a indenizar por danos morais o policial militar Leonardo Oliveira Neves. Em agosto do ano passado, após um acidente no centro de São Paulo, o âncora da Band chamou o policial de desequilibrado e o acusou de agredir um cinegrafista. O juiz Luís Eduardo Scarabelli pensa diferente. “Não houve excesso e sequer indício de agressão. Pelo contrário, o policial orientou o cinegrafista quanto ao risco de explosão”, afirmou na sentença. “Aliás, sua conduta foi louvável na medida em que buscou preservar o direito à vida não só da vítima do sinistro, mas também dos transeuntes locais, inclusive a do profissional da emissora de TV.” O policial queria R$ 40 mil de indenização, mas a sentença estabeleceu o valor em R$ 5 mil.

Publicidade
Publicidade