Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Chevrolet decide mandar a nova Blazer para o Brasil

Foto/Divulgação
Mário Camargo

A Chevrolet lançou uma nova Blazer nos Estados Unidos – não confunda com a nossa Trailblazer. O modelo, que utiliza a mesma plataforma e tem desenho derivado do Camaro, está cotado para vir ao Brasil na versão de sete lugares.

Segundo o site GM Authority, a GM já deu sinal verde para a versão de sete lugares do modelo, que deve ser batizada de Blazer XL. O SUV será lançado primeiro na China, no início de 2020.

De acordo com a publicação, a futura Blazer XL será a versão de produção do conceito Chevrolet FNR-CarryAll. O protótipo foi mostrado no Salão de Guangzhou, na China, em novembro do ano passado.

O carro-conceito tem 13,8 cm a mais no comprimento em relação à Blazer de cinco lugares. A distância entre os eixos, de 2,867 cm, tem 4 mm a mais. Se comparado ao Chevrolet Traverse, SUV de sete lugares vendido nos EUA, a nova Blazer é 20 cm mais curta.

O objetivo da marca é oferecer a nova Blazer de sete lugares em mercados onde o Traverse não seria bem aceito justamente por causa das dimensões avantajadas. Além da China e do Brasil, outros possíveis mercados para o modelo são a Coreia do Sul, além de países da América do Sul, onde a GM tem forte participação e o segmento de SUVs vem crescendo substancialmente.

A Blazer XL deve ser oferecida com duas opções de motor, segundo o GM Authority. Uma delas é o V6 3.6 de 309 cv e o outra, um quatro-cilindros de 2 litros, com turbo e 243 cv. O câmbio deverá ser automático de nove velocidades.

Inicialmente o modelo será produzido na fábrica da GM-SAIC Jinqiao, na região de Xangai. Trata-se da mesma planta onde são fabricados os carros da Cadillac (marca do Grupo GM) vendidos na Ásia.

Se a nova Blazer tiver mesmo boa aceitação, sobretudo em outras regiões, é possível que a GM passe a produzi-la em uma segunda planta. Isso cria a possibilidade de o SUV ser feito no Brasil ou na Argentina para abastecer a América Latina.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente