Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Centro das galáxias

Ciência vê alternativa para misterioso sinal de raios gama

Publicado

Foto/Imagem:
Andrei Dergalin/Via Sputniknews - Foto Divulgação

Pesquisadores da Universidade Nacional Australiana (ANU) estão apresentando uma nova explicação para um sinal de raios gama conhecido como Excesso do Centro Galáctico que emana do centro de nossa galáxia, relata o SciTechDaily.

Embora o sinal em questão tenha sido considerado pelos astrônomos como uma potencial assinatura da matéria escura, o novo estudo – que também envolveu cientistas da Academia da Força de Defesa Australiana, Universidade de Canterbury e Universidade de Tóquio – sugere que também pode ser causado por pulsares de milissegundos – um tipo de estrela de nêutrons que gira rapidamente.

O professor associado Roland Crocker, coautor do estudo, explicou que seu trabalho “não lança nenhuma dúvida sobre a existência do sinal, mas oferece outra fonte potencial”.

“Os cientistas já detectaram emissões de raios gama de pulsares individuais de milissegundos na vizinhança do sistema solar, então sabemos que esses objetos emitem raios gama”, declarou. “Nosso modelo demonstra que a emissão integrada de toda uma população dessas estrelas, cerca de 100.000 em número, produziria um sinal totalmente compatível com o Excesso do Centro Galáctico”.

Ele também sugeriu que os resultados de sua pesquisa “apontam para outra fonte importante de produção de raios gama”, como, por exemplo, “o sinal de raios gama de Andrômeda, a próxima grande galáxia mais próxima da nossa, pode ser principalmente devido a milissegundos pulsares”.

Publicidade
Publicidade