Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Cientistas acham fósseis com 500 milhões de anos

Foto/Reprodução
Carolina Paiva, Edição

Uma equipe de pesquisadores descobriu um verdadeiro tesouro escondido às margens do Rio Danshui, na província de Hubei, na China.

Escavações revelaram milhares de fósseis de espécies primitivas – como minhocas, águas-vivas, anêmonas e algas –, que viveram há aproximadamente 518 milhões de anos.

A descoberta é considerada particularmente rara – uma vez que os tecidos moles de muitas criaturas, incluindo a pele, os olhos e os órgãos internos estão “perfeitamente” conservados.

Mais de 20 mil amostras foram coletadas do recém-descoberto sítio arqueológico, chamado Qingjiange, e um total de 4.351 fósseis já foram analisados. Foram identificadas até agora 101 espécies, das quais 53 nunca haviam sido catalogadas.

Os paleontologistas consideraram a descoberta, publicada na revista científica “Science”, “surpreendente”, principalmente pela quantidade de espécies novas.

“[Os fósseis] Vão ser uma fonte muito importante no estudo das origens primitivas dessas criaturas”, disse à BBC Xingliang Zhang, um dos líderes da expedição e professor da Northwest University, na China.

A descoberta é particularmente notável porque “a maioria das criaturas são organismos de corpo mole, como águas-vivas e minhocas, que normalmente não têm chance de ser fossilizadas”, explicou o professor Robert Gaines, geólogo que também participou do estudo.

A maioria dos fósseis tende a ser de animais com partes rígidas, já que substâncias mais resistentes, como os ossos, têm menos chance de apodrecer e se decompor.

De acordo com Zhang, os fósseis de Qingjiange devem ter sido “soterrados rapidamente por sedimentos” de uma tempestade, o que explicaria o fato de os tecidos moles estarem tão bem preservados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente