Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Começa fase de pré-venda do X3 híbrido

Antônio Albuquerque, Edição

A versão híbrida plug-in (pode ser carregada na tomada) do BMW X3 já está disponível no Brasil em sistema de pré-venda. O SUV desembarca em setembro nas versões xDrive30e, com tabela de R$ 342.950, e X Line, a R$ 367.950. O carro traz motor 2.0 turbo a gasolina e elétrico que, juntos, geram 292 cv de potência e 42,8 mkgf de torque.

Graças às baterias de íons de lítio o SUV pode rodar até 55 km no modo puramente elétrico (ciclo NEDC), segundo informações da BMW. Também de acordo com a marca, a recarga é feita em tomadas domésticas em “menos de seis horas”. Já com o wallbox de 22 kW que acompanha o carro, sem custo, o processo pode ser concluído em cerca de três horas e meia.

Produzido nos EUA, o X3 híbrido tem tração 4×4 e permite atualização remota e gratuita de software. Entre os equipamentos de série há teto solar, ar-condicionado com três zonas e bancos dianteiros com ajustes elétricos. E mais carregador de celular sem fio, multimídia compatível com Android Auto e preparação para Apple CarPlay.

O quadro de instrumentos virtual tem tela de 12,3”. E a da central multimídia é de 10,25”. Navegador GPS e sistema de inteligência artificial, que “aprende” com os hábitos do motorista são outros destaques.

O SUV traz ainda frenagem e aceleração automáticas e auxiliar de estacionamento. A versão X Line acrescenta sistema de som da Harman Kardon. Além do ajuste automático da temperatura e acionamento da ventilação, o ar-condicionado é capaz de repetir situações em que a janela do motorista é aberta, o que pode ser útil, por exemplo, ao se aproximar de uma cancela de shopping. Por causa do conjunto híbrido, a capacidade do porta-malas foi reduzida de 550 para 450 litros.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente