Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Começo do fim vai ser em maio de 2022, avisa Nasa

Bartô Granja, Edição

A Agência Espacial Americana (Nasa) soltou um alerta preocupante neste sábado, 16: no dia 6 de maio de 2022, o grande asteroide JF1 poderá se chocar com a Terra, com grande poder de destruição. Só há uma saída: que a pedra errante seja deslocada de sua trajetória por fenômenos naturais (o choque com outro asteroide, por exemplo) ou ser destruída por foguetes em pleno universo.

Mas, se o JF1 mantiver sua trajetória, e cair sobre uma cidade, devastará tudo à sua volta. A força da explosão será equivalente a cerca de 15 bombas atômicas como a que explodiu sobre Hiroshima, durante a II Guerra Mundial. Hoje, segundo a Nasa, a certeza é de que haverá a catástrofe.

Essa rocha espacial tem 128 metros de comprimento – do tamanho da Grande Pirâmide de Gizé no Egito. Ao se chocar contra a terra, provocará consequências devastadoras, causando milhões de mortes. Sua potência de 230 quilotons de TNT.  “O poder de destruição é maior do que todas as armas já produzidas pelo homem”, diz a Nasa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente