Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Comitê Covid-19 fecha o cerco a ações do Iges-DF

Carolina Paiva, Edição

A Comissão Especial da Covid-19 questionou o Iges-DF e a Secretaria de Saúde sobre as condições financeiras do acordo e também a respeito do atendimento aos pacientes. Os parlamentares levantaram dúvidas sobre o modelo de gestão do instituto.

A deputada federal Paula Belmonte (Cidadania) trouxe duas suspeitas sobre a gestão da entidade que administra o Hospital de Base e unidades de pronto atendimento.

A parlamentar acredita que ficou mal explicada a saída do então presidente do órgão, Francisco Araújo, para assumir a Secretaria de Saúde. Além disso, a esposa do subsecretário de Administração Geral da Saúde possuía um cargo de gestão no instituto, o que poderia interferir na impessoalidade das compras de medicamentos, insumos e equipamentos.

Paula relembrou as denúncias recebidas sobre a falta de materiais. “Ainda é recorrente a falta de insumos. Sabemos também que a Secretaria de Saúde vem fazendo empréstimos desses produtos. Gostaria de saber como está sendo feita a reposição dos recursos que estão saindo”, questionou.

De acordo com a deputada, representantes da Secretaria de Saúde têm relatado dificuldades em fazer os repasses ao Iges-DF por falta de prestação de contas. Para Paula Belmonte, trata-se de uma questão que deve ser resolvida o quanto antes. “Estaremos de olho, assim como o Tribunal de Contas da União também estará, porque são recursos federais, finalizou.

O designado a prestar esclarecimentos por parte do Iges-DF foi Dickson Gomes, superintendente operacional. O representante negou que os problemas de fornecimento de insumos e medicamentos sejam recorrentes. “Deixo aqui nossa parte de logística de portas abertas para que os parlamentares possam visitar”, disse. Sobre as suspeitas levantadas no âmbito da Operação Falso Negativo, Gomes afirmou não ter informações completas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente