Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Compass volta reestilizado com sotaque chinês

Antônio Albuquerque, Edição

O novo Jeep Compass começa a dar as caras – ao menos em fotos. E quando chegar no próximo ano, virá com sotaque chinês. O modelo estreia no fim do mês no mercado chinês, e chega no Brasil no primeiro semestre de 2021.

Em termos gerais, a Jeep foi moderada na reestilização. A dianteira é a parte mais modificada, com faróis, grade e para-choques remodelados. O conjunto ótico está mais fino e integrado à grade, que apresenta novo preenchimento nas sete fendas tradicionais da marca.

O novo para-choques parece mais aerodinâmico. A parte central da peça simula duas asas laterais que envolvem os faróis de neblina. O utilitário terá iluminação full LED nos faróis e lanternas.

De resto, o novo Jeep Compass dos chineses quase não mudou. As laterais mantém o desenho atual, incluindo o friso cromado que contorna a parte superior rente ao teto. E atrás o desenho também está mantido. As lanternas são idênticas, com o mesmo contorno em LED na parte inferior.

As imagens vazadas na China mostram duas versões do Compass. A configuração a gasolina é identificada pela ponteira dupla. O SUV vai estrear o motor 1.3 turbo da família Firefly. É o mesmo motor que será produzido em versão flexível na fábrica de Betim (MG).

No Compass chinês, o 1.3 turbo fornecerá 173 cv de potência. Por ora não foram divulgados dados técnicos. No registro na China, a média de consumo é de 14,8 km/l com gasolina, podendo chegar a 16 km/l.

No Brasil, o motor 1.3 turbo vai estrear com o Compass no primeiro semestre de 2021. É esperado que ofereça até 180 cv de potência e 27,5 mkgf de torque máximo. O motor será acoplado a uma inédita transmissão do tipo CVT fornecida pela japonesa Aisin.

Com o novo conjunto mecânico, o Compass deve tirar de oferta o atual motor 2.0 Tigershark nas versões flex. Já os modelos a diesel permanecerão equipados com o 2.0 turbo de 170 cv e 35,5 mkgf. O facelift ainda terá a versão híbrida 4xe, que virá importada da Europa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente