Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Congresso pode tirar Trump da vida pública

Bartô Granja, Edição

O pedido de impeachment do ainda presidente dos Estados Unidos Donald Tump já está no Capitólio. A resolução foi apresentada formalmente nesta segunda-feira (11) durante uma breve sessão do Congresso.

O único artigo acusa Trump de incitar insurreição, com as afirmações falsas de que venceu a eleição e seu discurso aos manifestantes em 6 de janeiro que precedeu a invasão ao Capitólio.

Se o impeachment for aprovado, Trump terá seus direitos políticos cassados e não poderá, por exemplo, concorrer à casa Branca em 2024.

Durante a sessão desta segunda, os congressistas republicanos contestaram um pedido dos democratas para que o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, considere ativar 25ª Emenda para retirar o presidente Donald Trump do cargo. Após a objeção, a sessão foi adiada até aesta terça (12).

A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, já havia adiantado neste domingo que se a medida desta manhã fosse barrada, a Casa avaliaria o pedido na terça. Os democratas pedem que Pence responda em até 24 horas e, caso isso não aconteça, levarão a resolução pedindo o impeachment de Donald Trump ao plenário.

O líder da maioria na Câmara, Steny Hoyer, espera que a votação para o impeachment do presidente Trump ocorra na quarta-feira (13). Ele disse que quer que os artigos sejam enviados imediatamente ao Senado, sem atrasar o envio. Isso pode significar um julgamento no Senado nos primeiros dias da presidência de Biden.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente