Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Corinthians sai na frente, cede empate e vê fantasma da Segundona

Foto/EstadãoConteúdo
Mário Camargo, Edição

Corinthians e São Paulo empataram em 1 a 1 neste sabado, na Arena de Itaquera, em um jogo movimentado e de lances olêmicos. O resultado foi ruim para time do Parque São Jorge, que saiu na frente mas, ao ceder o empate, deixou viva a chance de cair para a Segunda Divisão.

Os atacantes das duas equipes correram muito, se desdobraram em campo, mas não tiveram sucesso em vencer os goleiros adversários em mais de uma oportunidade para cada lado.

Com três zagueiros, o São Paulo trouxe muita dificuldade para o já limitado ataque do Corinthians. Mas, com três volantes (Jucilei, Hudson e Liziero), o time de Diego Aguirre pouco atacou. A única chance foi em um rebote que Arboleda chutou para Cássio pegar.

O Timão melhorou ofensivamente a partir dos 30 minutos, quando passou a segurar a bola por mais tempo na frente e a presssionar. Aos 34, a polêmica. Após confusão na área, Danilo completou para o gol, e Jean fez linda defesa, mas a bola já havia passado pela linha.

Os alvinegros reclamaram bastante, mas o árbitro Rodolpho Toski Marques mandou o jogo seguir. Pouco depois, o Timão pediu um pênalti de Bruno Alves em Romero. Antes do intervalo, Araos acertou um tapa no rosto de Reinaldo e foi expulso (já tinha cartão amarelo).

Mesmo com um jogador a menos, o Corinthians voltou melhor do intervalo. No embalo da torcida, o Timão deu velocidade ao jogo. Pedrinho exigiu boa defesa de Jean em chute de fora da área.

O São Paulo fez um segundo tempo apático. Sem qualquer criação no meio, o Tricolor mostrou muita lentidão para atacar. Nem mesmo a entrada de Everton mudou a postura da equipe.

O Corinthians, então, seguiu dominante para chegar ao gol. E ele veio dos pés de seu jogador mais voluntarioso: Ralf. Aos 26, ele arriscou um chute rasteiro de fora da área e acertou o canto direito de Jean.

Mas, quando a vitória parecia certa, o São Paulo empatou em uma das poucas jogadas de ataque, aos 35. Everton cruzou, Nenê chutou e Brenner completou. O Timão continuou melhor, voltou a atacar, mas não teve força para fazer o segundo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente