Curta nossa página


Corinthians erra muitos chutes e vence com um pênalti polêmico

Publicado

Autor/Imagem:


Em três jogos no Campeonato Paulista, o Corinthians já teve que usar duas vezes um time cheio de reservas. Mesmo assim segue com 100% de aproveitamento na competição, depois de bater o Botafogo-SP, neste sábado, por 2 a 1, na Arena em Itaquera. A noite ficou marcada pela estreia de Vagner Love, mas também por pênaltis que geraram polêmica e decidiram o confronto.

O Corinthians só ganhou no primeiro tempo, por 1 a 0, por causa de um pênalti polêmico. Mas na prática o time alvinegro merecia até ter goleado. Mais uma vez os reservas mostraram um bom padrão de jogo, com defesa forte e um ataque rápido, feito de boas tabelas e muita velocidade.

Mas erros de finalização comprometeram toda a boa atuação corintiana. Edilson, Edu Dracena, Petros, Bruno Henrique, Guerrero e Mendoza estiveram perto de fazer gols, mas erraram feio, principalmente o colombiano, que chutou para fora bizarramente em uma das chances criadas.

O Botafogo-SP foi totalmente dominado no primeiro tempo e, depois do intervalo, teve que fazer tudo o que não fez antes: atacar. E isso deu resultado no primeiro minuto, já que dessa vez a defesa do Corinthians vacilou feio no gol de Rodrigo.

Depois disso, o Botafogo-SP se contentou em fechar a defesa e tentar segurar o empate. O Corinthians passou a pressionar bastante, mas teve pouca inspiração no ataque. Dessa vez o time nem criava as chances para perder (ou não), como aconteceu no primeiro tempo.

Nos minutos finais, duas substituições chamaram atenção: primeiro André Santos, ex-Corinthians, entrou no lugar de Zé Roberto, ex-Flamengo. Depois Luciano saiu para a estreia de Vagner Love. Isso animou o jogo e logo a pressão corintiana aumentou. Mas só deu resultado no último lance do jogo, quando foi marcado novo pênalti em Guerrero, que Fábio Santos cobrou com sucesso novamente.

Aos 41min do primeiro tempo, após cruzamento de Mendoza e desvio do goleiro Renan Rocha, Guerrero e Dênis disputaram a bola no ar e caíram. O juiz marcou pênalti, mas o Botafogo-SP reclamou muito.

Aos 19min do segundo tempo, Edilson deu um pontapé forte e agressivo em Wesley. O juiz só deu cartão amarelo, mas os tricolores pediram expulsão do lateral, que foi substituído logo depois.

Aos 47min, após cruzamento da direita, Guerrero subiu para cabecear, mas não conseguiu. O juiz viu falta de Eli Sabiá e marcou um novo pênalti, para desespero do Botafogo-SP.

Vagner Love teve pouco tempo para jogar, cerca de 20 minutos, mas mostrou muita vontade desde o início. Ele até teve uma chance de gol, após passe de Guerrero, mas a finalização foi desviada por Eli Sabiá quase em cima da linha.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.