Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Coronavírus abre as portas para entrar a nova era

Juliana Izabel Polydoro

O tempo acabou, a hora da mudança é agora. Nos últimos anos vem ocorrendo uma grande mudança no padrão energético e vibracional do planeta, que se intensificou em 2012, no final do calendário maia, que significa o final do baktún 13, para que se comece uma nova etapa, um novo caminho. A partir de então, a luz começou a penetrar com mais força na Terra e as pessoas começaram a despertar. Mas existe uma enorme quantidade de pessoas que ainda não conseguiu perceber essa luz, perceber que o caminho que temos que trilhar é o do autoconhecimento.

Precisamos olhar as nossas sombras, iluminá-las e percebermos quem realmente somos e que vivemos em comunidade, que somos Um na energia primordial e que enquanto o outro não estiver bem eu também não estarei. Não falo aqui de caridade, de doar aos pobres, para parecermos bonzinhos. Falo aqui de uma reflexão muito mais profunda, individual e coletiva. Tivemos oito anos para perceber e o tempo acabou, ou seja, vamos entrar em uma Nova Era com um novo padrão energético e precisamos evoluir coletivamente.

Como a grande maioria não percebeu, começaremos a receber lições coletivas que infelizmente vêm em forma de sofrimento, medo, pânico, para percebermos as sombras que moram dentro de nós e na nossa sociedade. Começamos o ano então com o Coronavírus, que apareceu de uma forma repentina e já nos ensina que não adianta eu estar saudável se o outro que passa ao meu lado na rua não estiver, não adianta eu ter acesso aos melhores hospitais se a grande maioria da população não tem e vai adoecer e transmitir o vírus. O Coronavírus vem e nos coloca dentro de casa, sem poder sair, ir ao shopping, à academia e à manicure, nos coloca em contato com aqueles que nos são mais caros, mas que não prestamos muita atenção, a nossa família.

O Coronavírus vem e nos coloca no ócio, com a morte à espreita, para refletirmos, meditarmos, sobre nós, a nossa vida, quem somos e o que realmente estamos fazendo aqui. O que estamos fazendo com nós mesmos, com o outro, com a Natureza e com o Planeta? Precisaremos entrar nessas sombras e conhecê-las, incluir tudo o que foi reprimido dentro de nós e excluído da sociedade. Então poderemos transcender o medo e o sofrimento, promoveremos a integração interna e da sociedade e estaremos alinhados com o novo padrão vibracional da Terra. Bem-vindo à Nova Era!

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente