Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Covid mata mais 1,2 mil no dia da abertura total

Bartô Granja, Edição

A terça-feira, 2, é mais uma data trágica na guerra que o Brasil trava contra o novo coronavírus. Justamente no dia em que várias capitais dão os primeiros passos para a volta à normalidade, com a quebra do isolamento social, a Covid mostra mais uma vez um quadro negro, com 1 mil 262 mortes registradas em 24 horas. Com isso, o total de óbitos sobe para 31 mil 199.

Os números foram anunciados no início da noite pelo Ministério da Saúde. Os casos de contágio também deram um salto, com o apontamento de mais 29 mil pessoas de segunda para terça-feira. O número saltou de 526 mil para 555 mil.

O novo quadro coloca o Brasil ao lado de outros três países que passaram a marca de 30 mil mortos – Itália, Reino Unido e Estados Unidos. Na corrida de perda de vidas o Brasil deixou para trás Espanha e França, outros países europeus conde o coronavírus provocou muitos estragos. Desde que a primeira morte foi registrada, em 17 de março, o Brasil levou dois meses para somar 15.662 mortes, em 16 de maio. Depois disso, o salto que faz dobrar o número de vítimas ocorreu em apenas 17 dias.

No balanço do Ministério da Saúde, São Paulo se manteve como o estado com mais casos e mortes pela doença, são 118 mil confirmações e ao menos 7,9 mil mortes. Na terça, o estado teve recorde de novos casos e mortes por Covid em apenas um dia, com 327 mortes e 6.999 casos. A taxa de ocupação das UTIs voltou a subir e já ultrapassa os 85%. O Rio de Janeiro é o segundo do país com mais casos e mortes: respectivamente 56 mil e 5,6 mil.

Na sequência em regfistro de mortes aparecem Ceará (3.421), Pará (3.040) e Pernambuco (2.933). Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (2.102), Maranhão (997), Bahia (736), Espírito Santo (664), Alagoas (482), Paraíba (379), Rio Grande do Norte (341), Minas Gerais (289), Rio Grande do Sul (245), Amapá (237), Paraná (199), Distrito Federal (177), Piauí (180), Rondônia (172), Sergipe (172), Santa Catarina (148), Acre (165), Goiás (151), Roraima (120), Tocantins (79), Mato Grosso (70) e Mato Grosso do Sul (20).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (118.7556), Rio de Janeiro (47.953), Ceará (53.073), Amazonas (43.195) e Pará (41.207). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Maranhão (36.625), Pernambuco (35.508), Bahia (21.430), Espírito Santo (15.151) e Paraíba (14.859).

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente