Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Crime organizado vira 4º poder e manda em todos

Major-brigadeiro Jaime Sanchez

Li nas redes sociais uma frase que dizia: “o crime organizado é tão organizado que possui um Departamento de Justiça, o STF”. Verdadeira, porém modesta. Na verdade, o crime organizado possui muito mais: um Ministério da Justiça, o STF (afinal eles são ministros, um Departamento Jurídico, os tribunais, e um Sindicato, a OAB, tudo minuciosamente aparelhado para o seu desenvolvimento.

Hoje, o crime organizado tornou-se um 4º Poder da república, dentro e acima dos outros três. Sua gestação iniciou-se no governo socialista de Fernando Henrique Cardoso, mas foi na gestão social-comunista do PT que tornou-se um monstro e passou a embrenhar-se e dominar os demais poderes, espraiando-se por todos os setores da sociedade: a educação, a saúde, a indústria, o comércio, a infraestrutura, o empresariado, até tornar-se incontrolável e, ao ser descoberto, desencadear uma reação de suas vítimas que levaram à derrota da instituição que o pariu, o PT, e à ruína do seu idealizador. A criatura destruindo seu criador.

O novo governo veio com a missão delegada pelo povo, através do voto, de exorcizar essa besta que enfeitiçou a alma das classes mais pobres com migalhas encantadas em forma de bolsas e esmolas menores, a classe média com mentiras nunca vistas na história deste país e a elite, especialmente empresários e intelectuais, com benesses fraudulentas, enquanto se locupletava aos bilhões com recursos públicos.

A tarefa está se mostrando cada dia mais complexa, pois à medida que vai expondo as entranhas do mal, escancara-se o comprometimento e o boicote da sucuri de duas cabeças, encarnada pela cúpula e boa parte do Legislativo e do Judiciário, como cúmplices e garantidores de suas ações.

A mais recente manobra partiu de um dos seus “Departamentos Jurídicos”, o TCU, ao acatar ação do PT e seus satélites em extinção, e proibir a campanha publicitária do governo para motivar a população a favor do projeto anticrime, com o slogan “Pacote anticrime: a lei tem que estar acima da impunidade”, sob o argumento de que o projeto de lei ainda será discutido pelo parlamento.

Se voltarmos o calendário a 2013, vamos ver o governo do PT, nessa mesma situação, fazendo propaganda enganosa antecipada, como se fosse para profissionais brasileiros, daquele que seria um dos grandes crimes de sua administração: o programa “Mais Médicos”, cujo slogan deveria ser “curandeiros cubanos para você e mais dinheiro para o nosso bolso”. Os resultados dessa trapaça conhecemos muito bem. O Congresso e o Judiciário, aparelhados, calaram-se. O câncer não se desfaz por conta própria; tem que ser extirpado, antes que o organismo do paciente esteja irreversivelmente arruinado.

Brasil acima de tudo, Deus acima de todos

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente