Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Daniel Alves estreia e dá vitória ao São Paulo

Mário Camargo, Edição

Quase 48 mil torcedores assistiram a vitória do São Paulo sobre o Ceará, neste domingo, 18, no Morumbi, por 1 a 0. O gol foi do estreante Daniel Alves, que passou a usar a camisa 10 do Tricolor paulista, que entrou em campo com um novo uniforme azul..

Mas, apesar da euforia dos são-paulinos, pelo lado cearense não faltou reclamação. Isso porque o árbitro pernambucano Gilberto Rodrigues Castro Júnior deixou de marcar o que para os visitantes fora pênalti claro cometido por Tiago Volpi em cima de Felippe Cardoso em meio ao segundo tempo. O VAR Rodrigo Nunes de Sá endossou a decisão de campo e gerou ainda mais indignação.

Polêmica à parte, o time de Cuca chegou aos 27 pontos, agora na quinta colocação, a cinco pontos do líder Santos e com um jogo a menos que os concorrentes diretos. Quarta-feira, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, o São Paulo se igualará em número de jogos com os demais e terá a chance de encostar ainda mais no topo.

O Vozão teve sua sequência de duas vitórias seguidas interrompida, caiu para a 11ª colocação, com 20 pontos, e terá nada menos que o Flamengo no próximo domingo pela frente. Ao menos, o jogo está agendado para o Castelão.

O resultado positivo do São Paulo em um domingo de muito calor, de fato, foi uma daquelas partidas de futebol em que o placar não reflete exatamente o que se viu em campo.

O Ceará conseguiu imprimir conter a empolgação são-paulina e foi amis perigoso no ataque. Desde o primeiro tempo, Tiago Volpi teve muito trabalho. Foram defesas e mais defesas para evitar que o adversário abrisse o placar.

Bastou uma vacilada de Luiz Otávio em jogada de Juanfran, já nos instantes finais da etapa inicial, para Raniel escorar e Daniel Alves estufar as redes. O Morumbi foi à loucura pelo autor do gol e ganhou uma sensação de alívio.

A segunda etapa não foi tão diferente. Talvez em função de tantos desfalques, casos de Arboleda, Hernanes, Alexandre Pato, Pablo e Rojas, o São Paulo sofreu para se entender com uma formação inédita.

Além do pedido de pênalti em saída espalhafatosa de Volpi em cima de Felippe Cardoso, o Vozão assustou em finalizações de Ricardinho e Samuel Xavier. Antes, Raniel chegou a mandar uma bola no travessão, mas foi só.

No fim, lamentação e revolta de um lado. Alívio e empolgação com a sequência positiva do outro, ainda mais com direito a gol de Daniel Alves, a bola da vez no Tricolor.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente