Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Degelo no Everest traz à tona corpos de velhos alpinistas

Foto/Sputniknews
Bartô Granja

Desde 1922, mais de 200 alpinistas morreram quando tentavam escalar o Monte Everest ou retornar dele. Acredita-se em grande parte que a maioria dos corpos ainda estão enterrados sob a neve nas montanhas, de acordo com a CNN.

Agora, mais e mais corpos dos alpinistas estão sendo encontrados. Altas temperaturas estão supostamente derretendo as geleiras, e o processo facilita as descobertas.

Ang Tshering Sherpa, ex-presidente da Associação de Alpinismo do Nepal, diz que as mudanças climáticas e o aquecimento global resultam no rápido derretimento das geleiras, “e cadáveres estão sendo expostos e descobertos pelos alpinistas”.

Ang Tshering Sherpa também ressaltou que, desde 2008, sua empresa “localizou sete cadáveres de alguns montanhistas, alguns dos quais remontam a uma expedição britânica nos anos 70”.

Vários artigos acadêmicos especularam anteriormente que as geleiras da região do Everest no Nepal estavam derretendo e afinando como resultado de um clima mais quente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente