Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mulher

Depois de matar as ‘peles’, Prada lança Econyl

Carolina Paiva, Edição

Depois de abandonar o uso de pele de animais em suas peças, a Prada anunciou nesta segunda-feira, 24, um projeto com Econyl, um tipo de nylon reciclado.

A grife italiana de Miuccia Prada lançará uma coleção cápsula com seis bolsas feitas de nylon reciclado de plásticos coletados em oceanos, redes de pesca ou componentes têxteis descartados pela indústria.

A coleção é uma parceria com a fabricante de fibras sintéticas Aquafil. “A coleção Re-Nylon representa, para a Prada, mais um passo em direção à sustentabilidade. O objetivo é transformar em nylon Econyl todas as peças e acessórios da Prada até 2021”, informou a empresa.

Há um mês, a Prada tinha anunciado que deixaria de usar peles de animais em seus produtos a partir das coleções primavera/verão 2020. “O foco em materiais inovadores permitirá à empresa explorar novos limites do design criativo, atendendo à demanda por produtos éticos”, disse Miuccia.

Segundo a estilista, a nova conduta da marca ocorre após um “diálogo positivo” com a Fur Free Alliance (FFA), coalizão de mais de 50 organizações de proteção animal de mais de 40 países, especialmente com a associação de proteção dos animais LAV e a Humane Society dos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente