Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


O inelegível

Depois do tapa na cara, Arruda, com raiva, esmurra parede

Publicado

Foto/Imagem:
Pretta Abreu - Foto de Arquivo

Depois de dar um tapa na cara de um correligionário de Ibaneis Rocha (MDB), no domingo, 31, José Roberto Arruda começou a tarde desta segunda, 1, esmurrando a parede. Tudo para despejar sua ira contra o ministro Gurgel de Faria, do Superior Tribunal de Justiça, que decidiu restabelecer a suspensão dos direitos políticos do ex-governador do Distrito Federal, que voltou a ficar impedido de concorrer nas eleições de outubro. Gurgel tomou a decisão no primeiro dia após retornar do recesso do Judiciário. Ele derrubou uma liminar (decisão provisória) concedida pelo presidente do STJ, Humberto Martins, em 6 de julho, durante o plantão judicial.

Publicidade
Publicidade