Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Eclipse em Sagitário

Dezembro, 4, dia que a Terra vai parar, mas sem o mundo acabar

Publicado

Foto/Imagem:
Tatta Gentil - Foto de Arquivo

Dia 4 de dezembro, seremos abençoados com um eclipse solar total, e, dessa forma, a Terra recebe toda a sombra da Lua, que se coloca entre o Sol e a Terra. Portanto é um momento de recolhimento frente às instabilidades que estão chegando; afinal, muitas mudanças nos acompanharão a seguir. O eclipse tem uma duração de 6 meses; então, durante os próximos meses, viveremos intensas transformações em nossa cultura, leis e também em nossas crenças.

Como Mercúrio estará junto nesse eclipse, ficaremos com uma sensação de esgotamento mental forte, não conseguiremos ter foco nem agir de forma objetiva: muitas dúvidas e reflexões deverão nos assaltar, e é importante pararmos para ouvir nossas intuições. As ilusões estarão sendo desnudadas, e mais verdades precisão se fazer presentes na Nova Terra.

Momento de grande luz a ser implantada na Terra, mas, antes, há que se limpar as emoções sombrias e violentas que ainda arrebatam os seres humanos, que a cada dia se animalizam para uma ditadura legal e religiosa. Portanto, aguentar esse momento pode ser desafiador, porque pode parecer que tudo está piorando, mas é uma grande limpeza no planeta acontecendo.

O ideal, nessa primeira semana mais intensa de energias, é não planejar nada, não viajar – principalmente de avião – não esperar que as coisas aconteçam rápido. Existirão muitos desencontros, mal-entendidos, e as estradas e aeroportos podem sofrer problemas tecnológicos.

Aceitar os fatos e olhar para a realidade nua e crua é importante, esse é o primeiro passo para conseguirmos mudar algo. Fingir que está tudo bem em nada ajuda.

É importante acreditar e ouvir o coração, a intuição: a nossa mente nos enganará com facilidade, portanto não seja tão racional nem tão rígido, crítico e julgador. Tudo isso pode, à frente, se mostrar como um falso moralismo seu: todos nós seremos confrontados com o que dizemos e fazemos, e, se isso estiver muito desconexo, iremos cair em contradições.

Vá para sua alma e olhe profundamente para suas questões: busque trilhar um caminho seu, não siga nada nem ninguém, escute sua própria alma.

Publicidade
Publicidade