Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Diego faz cirurgia e fica quatro meses no estaleiro

Mário Camargo

Diego Ribas deve ter alta médica na noite desta sexta-feira, de acordo com Márcio Tannure, chefe do DM do Flamengo e que acompanhou a cirurgia do meia no Hospital Samaritano, na Barra da Tijuca. Ele sofreu fratura do tornozelo no jogo contra o Emelec (o Fla perdeu por 2 a 0) e so deve voltar a campo em meados de novembro ou dezembro.

Em áudio emitido através da assessoria de imprensa do Flamengo, Tannure explica como deve ocorrer os primeiros passos da recuperação daqui para frente. Além disso, avisou que o prazo de retorno de Diego aos gramados é de “quatro a cinco meses, no mínimo”.

“Foi uma cirurgia complexa, considerada grave, uma fratura de tornozelo, com lesão ligamentar. A previsão da alta é amanhã (sexta), no fim do dia, ou sábado pela manhã. Esperamos que amanhã à noite já consiga dormir em casa, onde deve ficar por 15 dias pois não poderá pisar e nem ter carga. Teremos um fisioterapeuta (do Flamengo) na casa dele para iniciar os tratamentos. O prazo de retorno é de, no mínimo, quatro meses a cinco meses. Faremos de tudo para recuperá-lo o mais rápido possível”, disse o médico rubro-negro.

Com a perna imobilizada, o camisa 10 viajou com a delegação e desembarcou no Rio de Janeiro nesta manhã no Aeroporto do Galeão, logo após a derrota por 2 a 0 para o Emelec, pela partida de ida das oitavas da Libertadores.

Ao chegar na cidade, Diego foi reavaliado por Tannure e realizou novos exames, que constataram a gravidade da lesão, considerada “complexa” pelo doutor. Diego, de 34 anos, tem vínculo com o Flamengo até o fim de 2020.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente