Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Dinheiro do Brics e vacinas, uma mão lava a outra

Pretta Abreu

Mesmo não tendo sido autorizadas pela Anvisa, as vacinas Sputnik (da Rússia) e Covaxin (da Índia) entraram nos planos do Ministério da Saúde. O lobby é forte. Serão gastos em um número não revelado de doses cerca de 2 bilhões 300 milhões de reais. A autorização da compra, sem licitação, está publicada no Diário Oficial da União. Russos e hindus fazem parte, junto com Brasil, China e África do Sul, do Brics, cujo banco liberou, há alguns dias, um empréstimo de 500 milhões de dólares (mais de 3 bilhões de reais) para combater a Covid.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente