Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

‘Doméstica é para lavar pratos, não ir à Disney’

Pretta Abreu

Depois de dizer que servidor público é parasita, Paulo Guedes arranjou mais adversários: os empregados domésticos, ‘que nasceram para lavar pratos e não viajar à Disney’, como era possível fazer nos governos do PT. “O câmbio não está nervoso; apenas mudou. Não tem negócio de câmbio a R$ 1,80. Todo mundo indo para a Disneylândia, empregada doméstica indo para Disneylândia, uma festa danada”, disse o ministro da Economia em evento em Brasília. Depois de se dar conta da mancada, Guedes tentou corrigir, sugerindo que as viagens de empregados domésticos sejam em território brasileiro. A pancadaria começou. O ex-ministro Gustavo Bebianno sugeriu que o ‘desarranjo mental de Bolsonaro’ já contagiou Guedes. A propósito: o dólar está pra lá de Marrakesh. E a bolha vai estourar a qualquer hora.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente