Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Cultura

Dora (na cidade perdida) etá chegando às telonas

Carolina Paiva, Edição

A personagem Dora, da animação “Dora, A Aventureira”, chama a atenção das crianças e pais por interagir diretamente com a audiência durante os episódios do desenho, ensinando os pequenos outras línguas e curiosidades de seu universo. A cena divulgada hoje pela Paramount Pictures do filme ‘Dora e a Cidade Perdida’, live-action baseado na animação, traz nostalgia ao mostrar Dora ensinando ao público algumas palavrinhas em espanhol.

Dora e a Cidade Perdida’ é dirigido por James Bobin, e traz no elenco principal Isabela Moner, Eva Longoria, Michael Peña, Jeff Wahlberg e Eugenio Derbez. É uma distribuição do selo Paramount Players, divisão da Paramount Pictures que produz conteúdo destinado a audiências mais jovens em conjunto com outras marcas emblemáticas do Grupo Viacom.

Lançada em 2000 e apresentada na Nickelodeon, Nick Jr. e na CBS, a série original ‘Dora, a Aventureira’ acompanhava as aventuras de uma menina de origem latina, de sete anos de idade, que viaja por um mundo fantasioso com a ajuda de uma mochila falante, um mapa antropomórfico e seu melhor amigo, um pequeno macaco chamado Botas.

Tendo passado a maior parte de sua vida explorando a floresta com seus pais, nada poderia preparar Dora (Isabela Moner) para a aventura mais perigosa de todos os tempos – o ensino médio. A aventureira Dora rapidamente se vê liderando o macaco Botas (seu melhor amigo), o primo Diego (Jeff Wahlberg), um misterioso habitante da selva (Eugenio Derbez), seus pais (Eva Longoria, Michael Peña) e um grupo de adolescentes em uma aventura para resolver um mistério impossível por trás de uma cidade perdida de ouro. ‘Dora e a Cidade Perdida’ estreia no Brasil em 14 de novembro.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente