Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mulher

É hora de ‘calibrar’ o bumbum para curtir o sol do verão

Foto/Arquivo Notibras
Carolina Paiva, Edição

Com a chegada das estações quentes as palavras praia e piscina são as primeiras que vem à mente, e com elas o tão temido biquíni. Os glúteos são o foco da mulher brasileira, e estar com o bumbum tonificado já garante a autoestima para encarar os dias sob o sol. Os equipamentos estéticos surgem com tecnologias inovadoras para contribuir com o “projeto verão”, além dos tradicionais hábitos saudáveis

Os tratamentos no bumbum não se resumem apenas a celulite: a flacidez muscular e tissular também influem na aparência da região. O contorno das curvas se dá com a somatória de músculos tonificados e pele firme, e para atingir esta combinação, é necessário um trabalho conjunto entre alimentação saudável, prática de atividades físicas e o auxílio dos equipamentos estéticos.

Uma dieta pobre em nutrientes e baseada em frituras, açúcares, álcool e farinha refinada contribui e muito com a piora do quadro da celulite. Alimentos que estimulam a produção de colágeno, antioxidantes, vitaminas e minerais como ovos, carnes, vegetais verde-escuros e frutas cítricas são essenciais para a qualidade da pele.

O uso de equipamentos estéticos é visto como um aliado na melhora da harmonia dos glúteos, atuando de maneira complementar no fortalecimento muscular e cutâneo, além de tratar a gordura localizada e a celulite.

Uma tecnologia completa para procedimentos nesta região é o ultrassom combinado às correntes terapêuticas, presente em algumas línicas especializadas. A massagem do ultrassom associada à eletroestimulação facilita a introdução de princípios ativos específicos para redução da gordura localizada e celulite. Além disso, o micro massageamento e o aquecimento profundo que o ultrassom oferece leva a um aumento do metabolismo celular, melhorando a maleabilidade dos tecidos e a quebra dos nódulos fibróticos da celulite. Neste tratamento são indicadas em média 10 sessões.

Segundo a médica Aline Caniçais, “o paciente que realiza atividade física após este tratamento atinge melhores resultados, pois há intensificação na quebra de gordura.”

As correntes excitomotoras também podem ser utilizadas de maneira isolada, ampliando os resultados da atividade física. Através da repetição dos movimentos de contração, as correntes atuam na hipertrofia muscular, assim como acontece na prática de exercícios realizados em academias. E ainda com o benefício de recrutar em média 40% mais fibras musculares.

Outra tecnologia, a vacuoterapia, contribui com a melhora da função linfática e estimula a produção de colágeno e elastina, eliminando a flacidez. Este procedimento permite o tratamento da celulite através de pressão negativa por meio de ventosas de diferentes formatos e diâmetros. De forma mecânica, os movimentos de sucção são capazes de realinhar as fibras elásticas e promover a movimentação dos líquidos estagnados, reativando o metabolismo local.

Existe ainda a possibilidade de utilizar a criolipólise na região subglútea, a conhecida “bananinha”, um acúmulo de gordura que influi na percepção estética dos glúteos. O método de criolipólise realiza a extração de calor na pele e tecido subcutâneo, promovendo a permanente eliminação de células adiposas. Em alguns casos, com apenas uma sessão já é possível obter os resultados esperados.

O número de sessões e a indicação do tratamento mais adequado devem ser realizados por um profissional habilitado, adequando as terapias conforme a necessidade e quadro clínico de cada paciente.Se não for por esse caminho, os riscos podem ser incalculáveis.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente