Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Até quando?

Economia cria bolha que se sustenta sem estourar

Publicado

Foto/Imagem:
Dora Andrade/Foto de Fernando Frazão

Resumo da situação do Brasil, segundo análise do Valor Econômico: Os resultados das empresas de capital aberto mantiveram no terceiro trimestre o ritmo forte apresentado desde meados do ano passado, com a alta dos preços de commodities minerais e agrícolas mais do que compensando os efeitos negativos da pandemia. No entanto, a correção recente nas cotações do minério e o aumento da pressão inflacionária sugerem que as companhias estão entrando numa fase de números mais modestos.

Dados de 298 companhias não financeiras compilados pelo Valor Data mostram que o lucro líquido agregado no terceiro trimestre dobrou e a receita de vendas aumentou 33% na comparação anual. Quando a comparação é com o segundo trimestre deste ano, o lucro líquido cai 37%, pressionado pelo aumento de custos.

A desaceleração na comparação com o segundo trimestre aponta para o que seria uma “normalização” dos resultados, diz a estrategista de ações da XP, Jennie Li, algo que já está sendo projetado pelos analistas para o ano que vem. “As expectativas estavam infladas e, durante muito tempo, houve a combinação fantástica para commodities de alta nos preços e câmbio depreciado no Brasil”, afirma, por sua vez, o estrategista-chefe do Bradesco BBI, André Carvalho.

Publicidade
Publicidade