Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Em meio à crise, o mundo desabará em qual cabeça?

Foto/Arquivo Notibras
Marta Nobre

Gustavo Bebianno está desolado, angustiado, abatido e irritado. Não esperava, nas palavras dele, um gesto de traição do presidente Jair Bolsonaro, a ponto de cozinhá-lo em Banho Maria para forçá-lo a pedir demissão da secretaria-geral da Presidência da República.

O ainda ministro (há quem assegure que a exoneração será publicada na edição de segunda-feira, 18, do Diário Oficial da União), em mensagem no Instagram, aponta deslealdade. E insinua que durante ou após a crise, o mundo vai cair na cabeça de alguém.

Os militares que cercam Jair Bolsonaro estão preocupados com os próximos lances. Bebianno insinuou que “o desleal, coitado, viverá sempre esperando o mundo desabar na sua cabeça.”

Pivô da crise, o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, deixou Brasília na sexta-feira, 15, logo cedo, para cumprir seu papel de edil na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Como de costume, vai passar o fim de semana com um boné na cabeça.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente