Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Vota Brasil

‘Empresário não é nenhum vilão’, diz Ibaneis em encontro do LIDE

Foto/Batista Jr Press
Antônio Albuquerque

Ibaneis Rocha ainda é aprendiz. Aprendiz de político – segundo classificação cunhada por um de seus seguidores -, que vê na ascensão meteórica do advogado uma fronteira intransponível do brasileiro de origem simples que lutou contra as adversidades da vida e venceu.

O brasiliense está em curso rumo ao mais alto cargo público da capital do Brasil, o de governador. E ao lado do candidato do MDB, em sua marcha diária, apenas suas ideias promissoras e uma equipe de campanha que mais parece um pelotão de segurança.

A postura de Ibaneis até aqui indica que ele não quer ser nem político nem burocrata. Suas palavras de proa são “destravar Brasília, acabar com a insegurança jurídica para os empresários e cadeia nos corruptos”.

Ao menos foi essa a face mostrada pelo candidato ao governo do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), em um evento com o principal grupo de empresários da cidade, o LIDE, entidade que representa os líderes empresariais de Brasília. Destino ou não, ele discursou suas ideias inovadoras para o Distrito Federal no hotel que leva o nome do fundador de Brasília, o Kubitschek Plaza. No evento, onde o candidato ao Buriti foi recepcionado por Paulo Octavio, estavam os principais nomes do mercado empresarial local – nomes que juntos empregam um sem-número de brasilienses.

Ibaneis lembrou seu passado e sua chegada ao topo de sua carreira jurídica e agora de sua vida pública. Arrancou aplausos e olhares de contentamento do público. E ao falar sobre os enfrentamentos que terá para destravar Brasília, ganhou um silêncio contemplativo. Até aqui ele parece se sentir confortável neste novo mundo. Vem demonstrando ter altura de político grandiloquente e pelo visto não vai parar de espichar seus projetos de futuro tão cedo.

Filho de pai trabalhador que o entregou uma vida simples de herança, o candidato foi introduzido no mundo jurídico em uma universidade brasiliense. E em sua retórica inflamada de orgulho da cidade, ele promete lutar por quem faz as engrenagens da cidade girarem. Esse foi um trecho do seu discurso responsável para deixar os empresários ainda mais confortáveis com o candidato.

Ibaneis parece ter entrado, mesmo, para as graças dos cidadãos brasilienses. Pelo lado dos empresários parece só dar Ibaneis. Ainda assim, são empresários que se sentem pressionados pelo Estado. Sentimento que ele entende bem. Em sua avaliação, está na hora de o empresário parar de se sentir vilão. “São eles os grandes responsáveis pela geração de emprego e renda”, disse, em tom de desabafo. A fala arrancou uma nova rodada de aplausos. Uma comemoração, ao que tudo indica, que se repetirá no dia último da batalha entre Ibaneis e Rollemberg.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente