Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Saúde

Energia dos cristais cuida bem do corpo

Roberta Lopes

Se você pretende ter um cristal pra chamar de seu, saiba que o primeiro grande passo para que isso aconteça é ter seus objetivos muito bem definidos. Costumamos dizer que a pedra nos escolhe e não vice-versa, e isso só vai ser feito da maneira correta se você estiver vibrando exatamente o que busca. Cabe também uma busca sobre os principais motivos e indicações para se ter um tipo específico de cristal ou pedra.

Quando decidimos ir em busca de uma pedra ou cristal, devemos analisar as opções de coração aberto e também estar bem atentos para sentir todos os sinais sutis de que aquele determinado amuleto é o certo pra nós. Sabe quando tendemos a escolher um determinado objeto entre tantos outros bem parecidos sem nos dar conta do motivo? É exatamente assim que acontece. A pedra ou cristal mais indicado pra você provavelmente lhe parecerá mais bonito, mais brilhante ou terá algum formato ou característica que lhe chamará mais atenção.

Se só a visão não for suficiente, não hesite em tocar os cristais que estão à venda ou à sua disposição. Algumas vezes, através do tato, podemos sentir as vibrações que mostram ser a melhor escolha. Uma espécie de formigamento ou sensações de calor também podem ser os sinais que estamos esperando. Os sinais ao seu redor também podem ser importantes e indicativos de uma escolha correta. Fique atento, se algo acontecer ao mesmo tempo em que escolhe um determinado cristal pode ser o sinal que esperava.

Após feita a escolha, tenha em mente que este cristal deve ser um companheiro para toda a sua vida. Se algo acontecer a ele e você o perder por algum motivo, você poderá arranjar outro companheiro, mas nunca será uma substituição.

Antes de usá-lo, faça uma limpeza física, energética e também o ritual de energização deste cristal. Se feitos em contato com a natureza resultarão em melhores cargas energéticas. Para a limpeza física o melhor é lavar com água corrente natural — rios, lagos, bicas ou até mesmo a água da chuva — e também com uma escova de cerdas macias. Para a energética, deixar o cristal tomar um banho de chuva e depois recarregar recebendo a luz do sol é a melhor forma.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente