Os empreendedores

Está querendo ser seu próprio patrão? Veja dicas de sucesso

Foto/Arquivo Notibras
Bartô Granja, Edição

O desejo de ser dono do próprio negócio tem aumentado cada vez mais o número de empreendedores no país. O MEI (microempreendedor individual), criado em julho de 2009, já registra mais de sete milhões de pessoas que tornaram esse sonho realidade e, segundo o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), a estimativa é que o número chegue em 12 milhões até 2019.

Para se enquadrar nesta categoria o faturamento anual da empresa deve ser de até R$81.000,00. Além disso o empreendedor não deve ter sociedade com nenhuma outra pessoa ou empresa e exercer uma das 490 atividades permitidas. A lista de atividades está disponível no Portal do Empreendedor-MEI, um site do Governo com informações para os empreendedores que são MEI ou pretendem se formalizar como.

Para os empreendedores que se regularizam como MEI, o Governo brasileiro concede diversos benefícios, como: salário-maternidade, auxílio-doença, auxílio-reclusão, pensão por morte, aposentadoria por invalidez e aposentadoria por idade. No entanto, para solicitar cada benefício, o tempo de contribuição varia conforme a lista abaixo:

Salário-maternidade: 10 meses de contribuição;
Auxílio-doença: 12 meses de contribuição;
Auxílio-reclusão: 24 meses de contribuição;
Pensão por morte: 24 meses de contribuição;
Aposentadoria por invalidez: 12 meses de contribuição;
Aposentadoria por idade: 180 meses de contribuição.

Esses benefícios ajudam e muito o microempreendedor. Contudo, para ter sucesso empreendendo, não basta ter uma situação regularizada. É também muito importante traçar um plano de negócios, pesquisar exemplos de sucesso dentro da área – também chamado de análise de benchmark – e fazer o planejamento de cada passo, especialmente o financeiro

Assim, para o sonho de ser o seu próprio chefe não virar um pesadelo, o empresário precisa ser organizado, separando as despesas profissionais das despesas pessoais. É preciso ter disciplina e planejamento, para que o empreendedor não se veja em uma situação complicada com relação à saúde financeira da sua empresa no médio prazo.

COMPARTILHE