Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

F-1 volta com futuro incerto de Sebastian Vettel

Antônio Albuquerque, Edição

O circo da Fórmula Um já está montado para finalmente abrir a temporada de 2020. A corrida será na Áustria, neste fim de semana. E muita gente se pergunta sobre o futuro de Sebastian Vettel. O tetracampeão mundial não teve seu contrato renovado com a Ferrari e ainda não conseguiu vaga para 2021.

Não será surpresa se o piloto alemão, que completa 33 anos nesta sexta-feira, seja obrigado a deixar a categoria. Apesar disso, Vettel diz estar pronto para dar o máximo no campeonato que vai começar, mas lamentou a ausência de público nas corridas devido à pandemia de coronavírus.

– Não é segredo que estamos todos realmente ansiosos para voltar às pistas, já que faz tanto tempo. No começo, o intervalo foi agradável, pois geralmente estamos sempre viajando pelo mundo e temos pouco tempo para passar com a família e os amigos, mas chegou a hora de voltar às pistas”, afirmou.

Vettel garante que está pronto para fazer o máximo, apesar de não ser o mesmo sem os fãs apoiando das arquibancadas. “A pista austríaca é como um carrossel que gira muito rapidamente, mas eu gosto muito, principalmente porque é alta e nas montanhas que eu amo”, declarou.

Devido aos ajustes no calendário pela pandemia de Covid-19, duas corridas seguidas serão disputadas em Spielberg, a segunda no dia 12 com o nome de GP da Estíria, região da Áustria onde fica o autódromo. Com isso, Vettel destaca ainda mais a importância de se ter um bom desempenho na primeira prova em Spielberg, apesar de admitir que a Ferrari não é favorita depois de uma pré-temporada decepcionante com o modelo SF1000:

– Temos que ser realistas quando se trata da hierarquia vista nos testes, mas não estamos desanimados. Também será incomum fazer duas corridas seguidas aqui, pois na segunda, teremos muitos dados para trabalhar. O que fazemos no primeiro fim de semana terá um efeito importante no segundo.

Tetracampeão mundial pela RBR entre 2010 e 2013, Sebastian Vettel está na Ferrari desde a temporada de 2015. O alemão conquistou dois vices, em 2017 e 2018, mas vem caindo de produção desde então, com seguidos erros e derrotas no duelo interno da equipe com o monegasco Charles Leclerc.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente