Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Feira Agrícola leva consumidor a Brazlândia

Bartô Granja, Edição

A partir desta sexta, 6, e por todo o fim de semana, Brazlândia será palco da sua 30ª Exposição Agrícola. O evento é promovido pela Emater e será realizado no Núcleo Rural Alexandre Gusmão. A entrada é gratuita; serão mais de 200 produtores com a apresentação de 800 produtos.

Para a presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, “a exposição é a oportunidade de consumidores, empresários e agentes públicos verem de perto a qualidade e as oportunidades do setor agropecuário da região de Brazlândia, que é responsável por 47% da produção de frutas e por 31% da produção de hortaliças do DF”.

Além de morangos – vitrine da produção agrícola da cidade –, a mostra terá frutas diversas, como maracujá, goiaba, mexerica, banana e limão, além de grãos, flores e outras hortaliças, como beterraba, cenoura, pimentão, chuchu, berinjela, tomate, vagem, repolho, abóbora, cebolinha, coentro, salsa, alface, rúcula, pepino e maxixe.

Julgamento
No período da tarde, às 15h, técnicos da Emater-DF, da Embrapa e autoridades de outras instituições convidadas vão avaliar mais de 800 produtos diferentes em diversos quesitos: conformação anatômica (forma), consistência (padrão Ceasa de comercialização), coloração, apresentação, aparência e peculiaridades de cada produto, como, por exemplo, o tamanho. Após a análise dos jurados, os produtos recebem uma pontuação.

“O concurso tem um caráter motivacional. Com essa atividade, incentivamos a produção de alimentos com mais qualidade”, diz o gerente da Emater em Alexandre de Gusmão, Hélio Lopes.

Distrito Federal
A capital possui uma produtiva área rural. Dos 5.802 quilômetros quadrados de área, aproximadamente 4 mil quilômetros quadrados são de áreas rurais, onde 19 mil propriedades vivem da produção agropecuária.

O setor emprega cerca de 30 mil pessoas diretamente. Considerados os proprietários, suas famílias e trabalhadores rurais, esse total sobe para cerca de 90 mil pessoas. O Valor Bruto da Produção (VBP) do DF gira em torno de R$ 2,5 bilhões.

Na produção de hortaliças, a atividade é exercida por mais de 2,5 mil empreendimentos classificados, em sua maioria, de agricultores familiares (83%), que utilizam basicamente a força de trabalho da família.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente