Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Festival de filmes de três minutos desafia ação de criatividade



Durante três dias, a sétima edição do Festival Internacional de Filmes Curtíssimos, que teve exibições simultâneas em 100 cidades de 29 países, desafiou a capacidade de síntese de cineastas. Em Brasília, a mostra competitiva começou quinta-feira, no Cine Brasília, e contou com filmes dos mais diferentes formatos e gêneros.

Para a coordenadora do evento, Josiane Osório, é mesmo um desafio contar uma história em três minutos, com uma narrativa diferente do cinema tradicional. “Hoje a gente pode constatar que esse tempo tem tudo a ver com suportes móveis, com o aparto tecnológico que permite que mais pessoas participem. Hoje você pode juntar um grupo de amigos e fazer um filme”, diz.

Anteriormente, os filmes mais longos eram adaptados para a participação no festival e, agora, as pessoas já começam a produzir filmes pensando nos três minutos. “Isso mudou a qualidade dos filmes, a gente percebe nacionalmente”, diz o coordenador de curadoria do festival, Rodrigo Martins.

Durante todo o festival, foram exibidos mais de 140 filmes inéditos de até três minutos, produzidos em diversos países e regiões brasileiras. Além das mostras competitivas nacional e internacional, distribuídas nos três dias do evento, o festival possibilitou bate-papos com diretores e exibições paralelas.

Dos 140 filmes exibidos, 43 foram produzidos no Brasil. A maioria dos filmes são captados em Full HD (alta definição) e poucos em 35 milímetros. Em alguns casos, há uma fusão das duas técnicas. Um destaque nesta mostra é o filme Assalto, que foi filmado por celular, por um grupo de adolescentes de Manaus. Segundo a organização, cerca de mil pessoas passaram pelo festival.

O público participa da escolha dos filmes premiados, tanto na categoria nacional como internacional.

Os filmes selecionados concorrem nas categorias melhor curtíssimo (na mostra nacional e na mostra brasiliense), animação, originalidade e júri popular, para as mostras nacional e internacional, que receberão troféu.

Sabrina Craide, ABr

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente