Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Caixa de Assistência

Ficha-suja derruba tese de transparência na OAB-DF

Publicado

Foto/Imagem:
Pontes de Miranda Neto II

Acostumados a mover ações contra ficha-sujas, nem por isso advogados estão isentos de sentar no banco dos réus. É o caso do vice presidente da Caixa de Assistência da OAB-DF Mauro Júnior P. do Nascimento, condenado por ter suas contas rejeitadas quando secretário municipal em Santo Antônio do Descoberto, em Goiás, na divisa com Brasília. A condenação, em tese, impediria sua posse no cargo da Ordem. Mas, ao contrário do que se poderia esperar se a lei fosse respeitada,  ele não só foi empossado como se mantém na função até hoje. Essa situação se choca com as promessas de transparência da atual gestão, que prega transparência e legalidade. Mauro foi condenado ainda em outro processo de número 0707841-51.2019.8.07.0007 a pagar 75 mil reais por suposta desídia a um cliente. Houve recurso da decisão, ainda não julgado

Publicidade
Publicidade