Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Flu e Botafogo empatam no segundo amistoso

Antônio Albuquerque, Edição

Botafogo e Fluminense ficaram no empate por 1 a 1, neste sábado, no Nilton Santos, no segundo amistoso seguido entre as duas equipes em uma semana. Agora, o foco de ambos será na estreia no Campeonato Brasileiro, no próximo fim de semana. Após um primeiro tempo com alternância de domínio, os gols do clássico saíram na etapa final. O Fluminense abriu o placar com Evanílson e o Botafogo chegou ao empate com Matheus Babi.

Os times iniciaram a partida com foco na marcação pressão. No entanto, ambas tiveram boa chance de abrir o placar nos primeiros minutos. O Fluminense assustou em chute da entrada da área de Gilberto que parou em Gatito Fernández. Já o Botafogo respondeu em seguida. Rhuan foi lançado na área e chegou a passar por Muriel. O atacante perdeu ângulo e tocou para Pedro Raul chutar em cima de Nino.

O clássico seguia em ritmo acelerado. O Botafogo voltou a chegar com perigo com Rhuan. O atacante ficou com a bola na área, mas chutou pela linha de fundo. Aos poucos, o confronto caiu de rendimento. O Fluminense tinha mais posse de bola, mas pecava principalmente no último passe. O Fogão buscava os contra-ataque, sem sucesso.

Na parte final, os alvinegros melhoraram e passaram a criar boa chances de abrir o placar. Pedro Raul obrigou Muriel a boa defesa. Com isso, o clássico seguiu empatado até o intervalo.

No segundo tempo, o jogo seguiu equilibrado. O Fluminense foi mais objetivo e chegou ao gol aos 11 minutos. Evanílson foi lançado na área e, mesmo sem ângulo, acertou belo chute na rede.

O revés fez o Botafogo reagir. Os alvinegros chegaram ao empate aos 21 minutos. Matheus Babi recebeu cruzamento de Barrandeguy e finalizou sem chance para Muriel.

A partir dai, o confronto ficou mais disputado, com muitas disputas mais ríspidas. Tanto que o volante Yuri, do Fluminense, acabou expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Mesmo com um homem a menos, o Fluminense quase marcou o segundo com Marcos Paulo. No entanto, o atacante finalizou mal, longe do gol alvinegro. Depois, foi a vez de Dodi cobrar falta e obrigar Gatito Fernández a boa defesa.

Nos minutos finais, o Botafogo conseguiu esboçar uma pressão e quase virou em chute de Caio Alexandre que parou em grande defesa de Muriel. Só que as duas equipes tiveram que se contentar com a igualdade no Nilton Santos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente